Minha Conta Pesquisar Minha sacola Menu Próximo Anterior
Vinho tem valor!

Vinho tem valor!

Chegando em uma loja de vinhos, logo vê-se a embalagem, a origem do produto e se pede ao sommelier, quanto custa? Logo vem a reflexão, vinho é caro!

Esta é uma frase muito comum de se ouvir. Mas afinal, o que está embutido neste número que independente de qual for dizem ser caro demais. Afinal existe vinho barato? Mas bom? Vamos lá, da garrafa para trás… uma longa história de trabalho.

Espera-se longos 5 anos para que os vinhedos possam gerar frutos com qualidade para um grande vinho e não sem gastos e trabalhos, há que se tratar, proteger, podar e cuidar.

Após estes 1825 dias, um dia rezando por chuva, outro por seca, vai-se chegando ao ponto da primeira safra com qualidade, vários cachos nascem, outros abortamos pois com menos frutos por plantas teremos mais qualidade.

Feita uma pré-seleção de cachos eles são colhidos, e não a qualquer hora, analisa-se brix, acidez, saúde e temperatura. Ao fim colhe-se manualmente, seleciona-se grão a grão, coloca-se nos tanques de inox para fermentar, controla-se passo a passo no laboratório, estagia-se em barricas por até 1 ano ou mais, enfim, vinho pronto! Engarrafa-se com boa rolha, rotula-se, coloca-se em caixas e está pronto após 1 ano da colheita para espumantes e até 4 anos para tintos de guarda. Além do conhecido custo Brasil e dos recentemente apontados mais de 60% de impostos para alguns estados após a introdução da ST, 1460 dias se passaram até a chegada do vinho na mão do consumidor.

Vinho traz envasado além do líquido, cultura, história, sonhos e isso tem valor ao amante dos vinhos! Vinho não é caro, vinho tem valor!

(Primeiro artigo de Guilherme Sulsbach Grando, diretor da associação de produtores de vinhos de altitude - Guilherme escreverá a cada 15 dias.)